O turismo

Sucesso! Sua solicitação foi enviada com sucesso.
Erro! Tente novamente mais tarde.

Pedro Zappelini foi o iniciador do aproveitamento turístico e terapêutico das águas termais do Gravatal.

Sabedor da existência de água quente no leito do rio, onde a "rapaziada" da época tomava banho, inclusive no inverno, comprou as terras de Waldemar, Osvaldo, e Antônio Knabben, no ano de 1942.

Temendo alguma complicação, pelo fato de ser estrangeiro, colocou as terras em nomes de seus filhos, Aldo e Hercílio Zappelini. Em seguida, desviou o leito do rio, num trabalho exaustivo, feito de maneira manual, sem o auxílio de qualquer máquina de dragagem. Os exames de água revelaram notável poder terapêutico: Zappelini tinha a sua disposição um verdadeiro poço de saúde.

Muitas pessoas poderiam ter seus males físicos minimizados ou até curados. O "vale dos milagres" começava a se tornar realidade...

Era o início das Termas do Gravatal...

A fama do vale cresceu. Os moradores da região começaram a divulgar curas quase milagrosas de moléstias consideradas como crônicas.

Em 1942, Hercílio Zapellini obteve autorização para pesquisa e , em 1946, de lavra dessa fonte radioativa, de acordo com o Código de Minas, vigente na época, posteriormente, retificado pelo decreto de número 22.939, de 14/04/1947.

Em 1956, teve início a construção do Hotel Termas. Primeiro, a Estação Adutora, para captação das águas termais, depois um grande reservatório feito de pedra. Em seguida, onde era o reservatório, a primeira piscina.

Em 1958, era inaugurado, com 20 apartamentos, a primeira fase do grande hotel. Em julho de 1969, era inaugurado o aconchegante Hotel do Lago. A Companhia de Águas Termais do Gravatal inaugurou, e também: em 1947, o Hotel Petti Village, hoje o Hotel Cabanas. Mais tarde, em 1978, nascia o conhecido Hotel Internacional...

  • 20 anos
  • Gravatal

    "Qualidade de vida, aqui você encontra!"

    gravatal
  • Indicadores

    CUB/SC - Julho /2019:
    1.897,11 %

    IGMP - Junho/2019:
    6,5279 %

  • Enquete

    Qual a sua preferência na compra de imóvel em Gravatal?